Este Blog permanece ativo 24 horas por dia e somente informa os que aqui chegam, com assuntos que circulam pela internet e jornais. Não categoriza nem afirma isso ou aquilo como verdade absoluta. Não pretende desenvolver uma doutrina, nem convencer ninguém. Mas apenas que possamos refletir em assuntos importantes de nosso dia-a-dia. Portanto, tudo que for postado são de conteúdo informativo, cabendo a cada um ter suas próprias conclusões.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Disfarse

Conheça o mestre do disfarce da natureza: o bicho-folha


Quando você pensa que já viu tudo, a natureza vai lá e te surpreende. As espécies animais e vegetais existentes são tão infinitas e belas que é impossível não se encantar com novas descobertas. Mas imagine uma espécie em que você até se confunde se é bicho ou planta. Estamos falando do bicho-folha.
O bicho-folha é um inseto que imita uma folha de árvore, o que o ajuda a confundir seus predadores. Da família dos tetigonídeos, algumas espécies são tão perfeitas que até  parecem ter sido parcialmente roídas por insetos ou manchadas por fungos: é incrível.
Outra coisa que confunde seus predadores está na maneira de andar. O inseto balança seu corpo para frente e para trás, semelhante a uma folha flutuando. Esse sabe se camuflar direitinho.
Mas nem todas as espécies se assemelham a folhas. Algumas parecem mais com cascas, lascas de árvore e até líquens. Veja o vídeo e algumas fotos do inseto.
Leaf Insect.
Phyllium giganteum, leaf insect walking leave
Leaf insect close up
Photo of Phyllium giganteum or giant leaf bug on leaf
Leaf insects
Leaf insect close up
leaf insect


Todas as fotos: iStock by GettyImages
CicloVivo



MEIRELLES - Por que mídia esconde o escândalo do BankBoston?

Instituição, presidida por Henrique Meirelles, é acusada de corromper agentes da Receita para sonegar R$ 509 milhões em impostos. Nenhum destaque nos jornais — talvez para proteger o comandante da agenda de retrocessos

Altamiro Borges, em seu blog | Outras Palavras, em Outras Mídias*

No último 21/7, o juiz Vallisney Oliveira acolheu a denúncia movida pelo Ministério Público Federal no âmbito da ofuscada Operação Zelotes contra o BankBoston, que já foi presidido por Henrique Meirelles, atual czar da economia do covil golpista de Michel Temer. Segundo a denúncia, a poderosa instituição internacional pagou cerca de R$ 25 milhões a uma organização criminosa para obter vantagens em processos que tramitavam no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). Segundo o despacho do juiz, “foram verificados diversos atos de corrupção, gestão fraudulenta, desvio de dinheiro da instituição financeira e lavagem de dinheiro relacionados a casos de compensação, encerramento ou revisão de autos de infração/créditos tributários em favor do BankBoston/Itaú, mediante a intervenção da organização criminosa”.

O escândalo não ganhou as manchetes dos jornais e nem foi motivo de comentários ácidos na tevê – talvez porque a mídia privada esteja hoje totalmente associada ao setor financeiro, dependendo dos seus empréstimos e anúncios publicitários. As poucas notinhas que saíram sobre o caso também evitaram citar o nome de Henrique Meirelles. A revista Época, por exemplo, até mencionou alguns dos envolvidos nesta operação em matéria sem maior destaque postada nesta segunda-feira (24). Ela destaca que os pagamentos das propinas “ocorreram entre 2006 e 2015, beneficiando o grupo criminoso que atuava no Carf, composto à época de conselheiros do próprio órgão, como José Ricardo da Silva e outros funcionários”.

Ela ainda registra que “o ex-diretor jurídico do BankBoston, Walcris Rosito, tornou-se réu sob suspeita de gestão fraudulenta e desvio de recursos da instituição financeira. O juiz Vallisney Oliveira também tornou réus outros dez suspeitos de operarem irregularidades relacionadas ao BankBoston e seus processos no Carf, órgão recursal para multas da Receita Federal. Em seu despacho, Vallisney aponta que Rosito, segundo a denúncia, “seria o responsável pelo pagamento de valores milionários com base em percentual das exonerações de créditos tributários e, inclusive, beneficiário de parte desses valores, lesando a instituição bancária, o Fisco e o sistema financeiro”. Nenhuma lembrança de que Henrique Meirelles presidiu o BankBoston!

Já o jornalista Rubens Valente, autor do imperdível livro Operação Banqueiro, revela na Folha que o esquema mafioso “teria causado prejuízo de R$ 509 milhões à União, valor relativo a autuações da Receita que deixou de ser recolhido pelo banco”. Ele lembra que “operando no Brasil desde os anos 40, o BankBoston teve as suas operações compradas em 2006 pelo Banco Itaú, que dois anos depois incorporou o Unibanco, formando o atual Itaú Unibanco”. Apesar deste histórico, ele também evita citar Henrique Meirelles. Vale lembrar que o atual ministro da Fazenda não foi um mero funcionário do banco – que agora foi pego com a boca na botija, mas que já deve ter cometido vários outros crimes financeiros. Basta um clique no Wikipédia:

“Sua carreira se iniciou em 1974 no BankBoston onde trabalhou por 28 anos com atuação nacional e internacional. Em 1984, por indicação de um membro do conselho do BankBoston, Meirelles cursou o Advanced Management Program (AMP) pela Harvard Business School, um curso que prepara executivos que assumirão a presidência de grandes corporações… Em junho do mesmo ano, com seu retorno ao Brasil, Meirelles foi nomeado presidente do BankBoston no país, cargo que ocupou por 12 anos. Em 1996, Meirelles mudou-se para Boston, nos Estados Unidos, e assumiu o cargo de Presidente e COO do BankBoston mundial. Ele ocupou o cargo até 1999. Em 1999, o BankBoston Corp fundiu-se com o Fleet Financial Group formando o Fleet Boston Financial onde assumiu a presidência”.

terça-feira, 11 de julho de 2017

R$500 milhões.

Esmeralda gigante de 137 kg extraída na BA é adquirida por empresário de Petrolina, PE. 
O minério, que foi avaliado em aproximadamente R$500 milhões, foi adquirido por empresário de Petrolina e outro de Curaçá, na Bahia. O minério agora pertence ao pernambucano e a um outro investidor de Curaçá, na Bahia. 
Esmeralda gigante de 137 kg extraída na BA é adquirida por empresário de Petrolina, PE. O minério, que foi avaliado em aproximadamente R$500 milhões, foi adquirido por empresário de Petrolina e outro de Curaçá, na Bahia.
Por Juliane Peixinho, G1 Petrolina – Fonte: http://g1.globo.com/
Esmeralda gigante é adquirida por empresário de Petrolina e outro de Curaçá (Foto: advogado José Cícero/ Arquivo pessoal)
Esmeralda gigante é adquirida por empresário de Petrolina e outro de Curaçá (Foto: advogado José Cícero/ Arquivo pessoal)
Um empresário que mora no Centro de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, adquiriu uma pedra rara gigante extraída no norte da Bahia. A canga de esmeraldas, conjunto de pedras brutas unidas, chama a atenção por possuir 60 cm de altura e pesar 137 kg.
O minério agora pertence ao pernambucano e a um outro investidor de Curaçá, na Bahia. A pedra foi avaliada em aproximadamente R$ 500 milhões.
A pedra foi encontrada na Mina Caraíba, em Pindobaçu. Na região, essa é a terceira pedra desse porte. A segunda esmeralda foi localizada com 360 Kg, conhecida como “Esmeralda Bahia”, avaliada em 300 milhões de dólares. Enquanto que a primeira tinha 380 kg e foi avaliada em cerca de R$ 1 bilhão.
Ao G1, o empresário de Petrolina e um dos donos da esmeralda, que preferiu não se identificar, explicou que atua no setor de mineração e disponibiliza patrocínio financeiro aos mineradores e garimpeiros da região. Por esse motivo, ele teve preferência na aquisição do minério.
O empresário disse ainda que adquiriu a peça devido a sua raridade e o destino da esmeralda gigante será, a princípio, a comercialização no mercado externo. “ A esmeralda chama à atenção por se tratar de uma peça rara, uma das únicas do mundo com peso e tamanho semelhantes. Ela é uma verdadeira obra de arte esculpida pela natureza e com certeza será desejada por colecionadores, museus e universidades”, relatou.
esmeralda-bahia
Esmeralda é a mais preciosa pedra do grupo dos berilos. O nome provém da palavra grega “smaragdos” que significa “pedra verde”. Por definição, a coloração da esmeralda vem do cromo e vai de verde claro a verde bem escuro. Está entre as 4 pedras mais preciosas junto com o diamante, safira e rubi. Suas minas mais conhecidas estão na Colômbia, Brasil e África. Imagem de outubro de 2001 mostra a esmeralda Bahia, uma das maiores do tipo no mundo. A esmeralda de 180 mil quilates, formada por nove tubos verdes, é considerada a maior do planeta e está avaliada em US$ 400 milhões.
Segundo o advogado dos donos do minério, José Cícero de Melo, já foram providenciados o certificado de origem e a nota fiscal de compra, assim como todos os trâmites junto ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e o Fisco, processo para demonstrar a regularidade e legalidade das transações.
Via: Thoth3126

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Um condor em Neuquén na Argentina desce das alturas para cumprimentar aquele que um dia cuidou de sua perna quebrada. Olha o Tamanho desse Bicho.

Via: Neatorama

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Uma fonte holográfica na China,


Fonte: Facebook

Desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela

Algumas pessoas simplesmente nasceram com uma quantidade insana de talento. Vejam o exemplo de Nikola Čuljić, de 31 anos, artista autodidata da Sérvia. Ele vem trabalhando ativamente por apenas três anos, mas veja as maravilhas que ele consegue produzir com alguns lápis, marcadores e pastéis. As pessoas ao seu redor sempre falaram a Nikola que ele tinha um talento nato para o desenho, mas ele simplesmente não estava muito interessado nisso.
01
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 01
Então, três anos atrás, quando um rabisco seu se popularizou na rede, ele decidiu dar uma chance e começou a desenhar retratos ultra-realistas. Isso acabou por ser muito difícil, e o jovem artista percebeu que aquele estilo não era o dele, ou, pelo menos, não era tão bom quanto ele queria ser.

Nikola é perfeccionista e tenta o seu melhor em tudo o que faz, e esses desenhos simplesmente não o satisfaziam, então decidiu tentar algo diferente. E foi assim que começou a fazer ilusões 3D desenhadas à mão.

Nikola disse que ele optou por essa forma de arte, porque os desenhos 3D sempre fascinam as pessoas, e isso permitiu que ele usasse basicamente qualquer coisa como inspiração. Obviamente, a execução é fundamental, mas, como você pode ver em todas essas obras de arte incríveis, isso não é um problema para este artista sérvio. É difícil acreditar que um artista autodidata pode alcançar este tipo de resultados em apenas três anos.

Os incríveis desenhos 3D de Nikola não estão à venda, pois o artista diz que seu objetivo principal agora é "fazer do nome uma marca para o 3D". Ele está criando ativamente sua base de seguidores nas mídias sociais, promovendo sua arte através de perfis no Facebook e no Instagram.

O artista disse ao Mashable que, por enquanto, ele realmente está gostando das reações que seus trabalhos despertam on-line.
02
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 02
03
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 03
04
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 04
05
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 05
06
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 06



07
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 07
08
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 08
09
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 09
10
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 10
11
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 11



12
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 12
13
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 13
14
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 14
15
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 15
16
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 16



17
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 17
18
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 18
19
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 19
20
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 20
21
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 21



22
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 22
23
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 23
24
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 24
25
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 25
26
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 26



27
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 27
28
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 28
29
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 29
30
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 30
31
Artista autodidata cria incríveis desenhos 3D que parecem prontos para saltar da tela 31
32


Via: Mdig

terça-feira, 14 de março de 2017

Isso é no Japão.

Osaka é a terceira cidade mais populosa do Japão, ficando somente atrás de Yokohama e da capital, Tóquio. Como qualquer grande cidade, os transportes públicos são indispensáveis para a população.
São vários os transportes à disposição, mas um dos que mais se destaca é este sistema de monocarril que foi inaugurado em 1990.
São 84 as composições que utilizam apenas estas 2 linhas por onde passam diariamente mais de 100 mil passageiros ao longo das 18 estações.

Trabalho de História - Aluno descobriu avião da II Guerra e restos mortais do piloto

https://2.bp.blogspot.com/-Z7fhUOGgE_c/WMNJxRXKrnI/AAAAAAABhpw/H61vy6IW3wYZZuq0_uL9d-uFD3838HWHgCLcB/s400/
https://2.bp.blogspot.com/-2Z8U_qkg4MI/WMNJwJ455yI/AAAAAAABhpo/iBZbYTtnACEX4LpP7b7vM0hgiSrj8ybWACLcB/s400/
https://2.bp.blogspot.com/-xwYuqTC81NI/WMNJxFlJX1I/AAAAAAABhps/eUXci5smZVkvyZW17lcpllY-tZs5O79YgCLcB/s400/
https://1.bp.blogspot.com/-Xoggn_tQ7uw/WMNJyBGt_gI/AAAAAAABhp0/-8MUD9Cuwss3mMhsrsNqw280337xzl19gCLcB/s400/
https://1.bp.blogspot.com/-KtqAj_Ii3aM/WMNK_0Bh3FI/AAAAAAABhp8/v_BdwRwjTwQPanHtkd9W-GisDxvYa93mwCLcB/s400/
Um jovem de 14 anos encontrou os destroços de um avião alemão da II Guerra Mundial, com restos mortais do piloto no "cockpit", durante uma pesquisa para uma aula de História.

Daniel Kristiansen fez a descoberta inesperada acompanhado do pai, Klaus, na sua quinta em Birkelse, no norte da Dinamarca.

"Saímos para o campo com um detetor de metais. Esperava que talvez conseguíssemos encontrar alguns pratos antigos ou alguma coisa que o Daniel pudesse mostrar na escola", explicou Klaus à CNN.

Acabaram por encontrar os destroços de um avião. Pediram uma escavadora emprestada a um vizinho e escavaram até sete a oito metros de profundidade.

"Ao início desenterramos muita terra com fragmentos metálicos. Quando, de repente, surgiram ossos e peças de roupa", recorda o jovem de 14 anos.

Daniel lembra-se de uma história que o avô lhe contava, sobre um avião tinha caído lá na quinta durante a II Guerra Mundial. "Terá sido em novembro ou dezembro de 1944", acrescentou, pois o avô dizia que na altura estava a fazer bolachas de natal com a avó e o tio de Daniel. Mas a avó tinha dito que as forças alemãs removeram o aparelho. "Eu pensei apenas que era uma história gira", confessa Daniel.

As autoridades acreditam que se trata de um avião de combate Messerschmitt. Uma equipe de especialistas está a avaliar se a quinta da família Kristiansen é segura e se não existem munições ou outros materiais perigosos enterrados.

Os destroços do avião e os restos mortais do piloto foram transferidos para o Museu de História da Jutlândia do Norte, região da Dinamarca onde foi feito o achado. O responsável do museu acredita que em breve será possível confirmar a identidade do homem. "Encontramos os documentos do piloto e pensamos ter um nome", indicou o curador Torben Sarauw.

Suspeita-se que o avião terá saído da base de treino para pilotos alemães em Aalborg, uma cidade nas proximidades. Além das roupas do piloto, foram encontrados o chapéu, três preservativos e a carteira com duas moedas dinamarquesas e algumas senhas da cantina de Aalborg. A embaixada alemã já foi informada do achado.

Daniel espera que os restos mortais possam ser identificados e devolvidos à respectiva família. "Talvez ele possa ter um funeral".

Fonte: Jornal de Notícias - Via Arquivos Insolitos

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Banho de sangue

Multiplique por três o número de mortos no presídio de Manaus. É muito, é escandaloso? Pois 164 mortos é a média diária de homicídios no Brasil. E isso não nos escandaliza. Reagimos quando acontecem no mesmo lugar. Ou quando ocorre a invasão de uma casa em Campinas no réveillon por um tresloucado a matar todos, inclusive o próprio filho de oito anos. O banho de sangue não é apenas o do presídio manauara; é o dia-a-dia do nosso país tropical, habitado pelo brasileiro cordial de que falou Sérgio Buarque de Hollanda.
Foi uma guerra entre facções. O PCC, importado de São Paulo para a Amazônia e a FDN – a Família do Norte – que mostrou quem manda, matando 56 integrantes do grupo inimigo. A polícia decidiu não intervir, por decisão sábia do Secretário de Segurança, um delegado federal. Se interviesse, seria responsabilizada pelas mortes, tal como no Carandiru, em 1992, em que os PMs foram condenados a mais de 600 anos de prisão. A síndrome do Carandiru poupou a polícia de mais um ônus, embora já a estejam criticando por não intervir. Paga por ir e paga por não ir.
Aliás, é incrível essa nossa preferência por bandidos e nossa antipatia em relação à polícia. Paradoxalmente, reclamamos da falta de segurança. Parece uma posição psicótica. Aos noticiarmos a ação de bandidos, não poupamos para eles adjetivos elogiosos. “Numa ação audaz, assaltaram o carro forte”; ou: “Quadrilha especializada em explosão de caixas eletrônicos”. No país de amedrontados e amadores, audaz e especializado são elogios raros, em geral reservados para bandidos, nas nossas páginas e microfones. Em vez de quadrilha de ladrões de automóveis, a notícia sai assim: “Quadrilha especializada em roubo de automóveis.” Os bandidos agradecem e devem pôr os recortes na parede.
O povo está acuado e amedrontado. As autoridades recomendam que não reajam. A leis desarmou as pessoas de bem, impedindo o elementar direito de defesa e dando tranquilidade ao bandido, enquanto a polícia carece de meios e de apoio dos governos e dos meios de informação. As leis, feitas por nossos representantes, mais parecem ter sido feitas por representantes de foras-da-lei. Depois do presídio de Manaus, ainda há quem sugira soltar condenados, por causa da superlotação. Pois os que estavam no semi-aberto  levaram as armas que mataram.  Só tem um lugar em que o bandido pára de assaltar e matar: atrás das grades. Para isso, é preciso perguntar de que lado estamos. Pois o banho de sangue pode aumentar.
Sónoticias

sábado, 24 de dezembro de 2016

O Paradoxo da Igualdade - Duríssimo Golpe

O Conselho Intergovernamental de Cooperação Nórdico, do qual fazem parte Noruega, Suécia, Finlândia, Dinamarca e Islândia, decidiu deixar de financiar o Instituto Nórdico de Pesquisas de Gênero, o NIKK, após o jornalista, comediante e sociólogo, Harald Eia, rodar um longo, genial e devastador documentário, “Hjernevask” (“Lavagem de Cérebro”), que mostrou a manipulação e a falta de base científica da “ideologia de gênero”, base “intelectual” do feminismo agressivo.

Harald estava intrigado com o fato de porque, apesar de todos os esforços dos políticos e engenheiros sociais para eliminar os “estereótipos de gênero”, as garotas seguiam optando por profissões “femininas” -enfermeiras, cabeleireiras, etc.-, enquanto os homens seguiam atraídos por carreiras “masculinas” -técnicos, trabalhadores da construção civil, etc-.

As políticas de igualdade de gênero em seu país fizeram com que a tendência fosse inclusive mais acentuada. Estas políticas sempre defenderam que os sexos são papéis que se adquirem pela cultura e o meio, isto é, que não se nasce homem ou mulher, senão que se “torna”.

Para seu documentário, Harald fez algumas perguntas inocentes aos principais pesquisadores e cientistas do NIKK. Depois tomou as respostas e transmitiu-as aos cientistas, líderes em sua área, em outras partes do mundo, sobretudo no Reino Unido e nos Estados Unidos, pedindo-lhes seu parecer sobre os resultados de seus pares noruegueses.

Como era de esperar, os resultados da “falsa ciência” provocaram regozijo e incredulidade entre a comunidade científica internacional, sobretudo porque se baseava em pura teoria, não apoiada por nenhuma pesquisa empírica.

Harald, após filmar essas reações, regressou a Oslo, e mostrou aos pesquisadores do Nikk. Resultou que, quando se defrontaram com a ciência empírica, os “pesquisadores de gênero” ficaram sem fala, e totalmente incapazes de defender suas teorias em relação a revisão da realidade.

A falsidade foi exposta ao ridículo diante de toda a audiência de televisão e as pessoas começaram a perguntar por que era necessário financiar, com 56 milhões de euros do dinheiro dos contribuintes, uma ideologia baseada em pesquisa que não tinha credenciais científicas em nenhum lugar.




sexta-feira, 14 de outubro de 2016

O que Deus diz sobre a sensualidade

Antes, vamos saber o que disse Mary Quant sobre a sua invenção, a minissaia: 

“Foi com o propósito de tornar o sexo mais disponível na parte da tarde. Mini roupas são um símbolo de garotas que querem seduzir um homem. A minissaia é sexy. A moda é feita para provocar o desejo.”

Comentário de Pinduca Pereira Soares (DJ Pinduca) na Folha de S. Paulo - o maior jornal do Brasil - sobre um dos assuntos mais polemicos dessa semana naquele país, O ESTUPRO. 

Este comentário foi baseado na Bíblia porque, após uma pesquisa sobre estupro apontar como opinião de 65% dos entrevistados brasileiros que as mulheres que vestem-se com roupas sexy (sensuais) merecem ser estupradas, e na internet muitas pessoas estarem defendendo este tipo de roupa e afirmando que isto não faz um homem cometer estupro.  
Mulher deve usar roupas decentes. Bíblia NTLH - 1 Timóteo 2:9
Quem pratica a sensualidade não será salvo, não irá para o céu.
Bíblia NTLH - Gálatas 5:19 a 21
A mulher não deve: confiar em sua beleza, ser sensual, se prostituir.
Bíblia - Ezequiel 16:15
Quem olha para uma mulher e deseja possuí-la já cometeu adultério.
Bíblia NTLH - Mateus 5:28
A sensualidade tira o entendimento.
Bíblia NTLH - Oséias 4:11
O cristão não deve viver como vivem as pessoas deste mundo.
Bíblia NTLH - Romanos 12:2
O corpo é templo do Espírito Santo. Cristo morreu por nós. Devemos
glorificar a Deus com o nosso corpo.
Bíblia NTLH - 1 Coríntios 6:18 a 20
A beleza acaba, mas a mulher que respeita Deus será elogiada.
Bíblia NTLH - Provérbios 31:30
Devemos ser santos em tudo que fazemos, porque Deus é santo.
Bíblia NTLH - 1 Pedro 1:15
A mulher não deve procurar ficar bonita usando enfeites, penteados
exagerados, jóias ou vestidos caros. A beleza deve estar no coração, a qual tem muito valor para Deus.
Bíblia NTLH - 1 Pedro 3:3 e 4
Deus não nos chamou para vivermos na imoralidade, mas para sermos completamente dedicados a Ele. Portanto, quem rejeita esse
ensinamento não está rejeitando um ser humano, mas a Deus.
Bíblia NTLH - 1 Tessalonicenses 4:7 e 8
A moda e o mundo acabarão, mas quem faz a vontade de Deus viverá eternamente, irá para o céu.
Bíblia NTLH - 1 João 2:17
*******
Deus refere-se, especificamente, ao traje decoroso feminino
(modéstia no vestir), porque os homens, em geral, são muito mais
afetados pelo que eles veem, do que as mulheres; como uma regra.
Mulheres, em geral, são afetadas por uma combinação de coisas,
diferentemente, dos homens. O desejo sexual é imediatamente
despertado nos homens pelo olhar.
A mulher não é responsável por prevenir o desejo sexual do homem,
nem isto lhe é exigido, porém ela não deve provocar ou estimular
este desejo.
O propósito de Deus não é fazer com que as mulheres fiquem
excessivamente introspectivas e autoconscientes sobre si mesmas,
contudo, produzir um saudável equilíbrio consciente da necessidade
de se vestir para a glória dEle; para pensar como elas se vestem.
Vestir-se modestamente não requer que a mulher esteja fora da moda; isto não se opõe a vestir-se elegantemente. Existe diferença entre, vestir-se com elegância e vestir-se sexualmente provocante.
Não são a mesma coisa.
Há uma diferença importante no vestir-se, de um lado, com modéstia, asseio e beleza e, do outro, no vestir-se com sensualidade e imodestamente.
Um homem adquirido por uma mulher através de roupas sexy, é
improvável que lhe fará muito bem como esposo. Pois, um homem que é lascivo antes de se casar, vai continuar lascivo depois de casado.
Lascívia é adultério, sexo fora do casamento, pornografia e malícia.
Excitar e atrair homens através de roupas sexy faz parte do trabalho das prostitutas, por mais que esse argumento não seja fácil de ouvir pelas mulheres sérias.
A mulher pode ser sensual no momento correto (intimidade do casal), no local correto (cama do casal), e com a pessoa correta (o esposo). Exibir sensualidade é um prelúdio ao sexo.
Ser sensual aleatoriamente, é estimular uma pessoa estranha ao sexo; além de deselegante, é antiético, indecoroso e pecado.
Exibir o corpo de forma sensual é muito natural para o mundo que
não respeita Deus.
Pois, questões como virgindade, adultério e infidelidade não são problemas para as relações entre não cristãos. Mas para cristãos, o estímulo sexual oferecido por certas roupas e atitudes, é ofensivo e estimula a promiscuidade, bolinação, fornicação, adultério e infidelidade – todos pecados sexuais.
O segundo versículo da lista acima, diz que quem pratica a sensualidade não será salvo, não irá para o céu (Gálatas 5:19 a 21). Então, se tal desejo sexual é pecado, vestir-se intencionalmente de maneira que provoque ou estimule este pecado, com roupas sexy, também deve ser pecaminoso.
De qualquer modo, a sensualidade da mulher não deve ser usada como desculpa para o homem cometer pecados sexuais, pois assim ele também estará desrespeitando Deus.

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Agência Espacial Russa afirma que o homem nunca pisou na lua: “Tudo foi feito em estúdio”


“A KGB sempre soube, desde a década de 1960, que os pousos na Lua nunca ocorreram, como também era conhecido que a viagem de Yuri Gagarin também foi falsificada por nosso próprio governo na época.”
Os documentos poderão provar que o programa espacial americano “levou o mundo a uma série de enganos”, afirmou o ex-coronel da KGB que está prestes a lançar o Programa Lunar da Rússia.
RFSA (Agência Espacial Federal Russa ) promete atestar que os EUA nunca chegaram à Lua, informou a agência de notícias RIA Novosti.
“A Rússia está prestes a embarcar em uma missão tripulada inédita. O mundo deve saber que isso nunca foi feito antes. Nada será feito em um estúdio de filmes de Hollywood, como a América vem tentando esconder durante os últimos 47 anos “, disse Komarov.
O ex-coronel da KGB chama o Programa Espacial Americano de enganoso: 
“Paradigmas precisam ser quebrados e a ciência necessita superar conceitos populares que foram construídos através de fraudes”
Romanov ainda garante que:
“O Programa Espacial Lunar russo será a primeira tentativa na história da humanidade a tentar um pouso real na Lua”, explicou.
A forma como os governos procederam até o momento não é algo que possamos recriminar, porém as capacidades técnicas não estavam presentes no momento”, admitiu o ex-coronel.
O dossiê informa que a viagem de 1969 não passa de uma crença popular e contesta que não havia meios tecnológicos (por parte dos russos) para contestar os americanos na época.
Funcionários do alto escalão russo estavam conscientes de que o feito não era possível com a tecnologia disponível na época, reivindica o Romanov, que espera lançar a primeira missão tripulada à Lua até 2020.
luavento
Teóricos da conspiração afirmam que durante o primeiro pouso na Lua (que foi transmitido ao vivo na TV), os telespectadores puderam ver claramente a bandeira americana sacudindo como que se existisse vento por lá.
Após Neil Armstrong e Buzz Aldrin cravarem a bandeira americana no chão, imagens mostram a bandeira ondulada, como se estivesse sobre efeito de uma brisa.
O fato é que não há ar na atmosfera da lua, e, portanto, qual vento teria causado os efeitos na bandeira?
Um ex-cientista disse que na década de 60 não havia fotografia digital e de acordo com laudo de técnicos e engenheiros da Kodak e Fuji (as maiores fabricantes de filmes fotográficos do mundo), não existe conjunto celulóide (filme) capaz de suportar variações de temperatura no – 270º a 140º graus C.
“Seria impossível tirar fotos num lugar desses.” disse o ex-cientista.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Gastamos muito dinheiro para tratar pessoas normais, diz psiquiatra.

Psiquiatra norte-americano Allen Frances

Milhões de pessoas sadias estão sendo prejudicadas com diagnósticos psiquiátricos equivocados e tratamentos desnecessários enquanto os que têm doenças mentais verdadeiras não têm acesso às terapias que precisam.

O alerta vem do psiquiatra norte-americano Allen Frances, 73, professor emérito na Universidade Duke, na Carolina do Norte (EUA), autor do livro "Voltando ao normal" (Versal Editores), recém-traduzido para o português.

Frances, que participa na quinta (15) de palestras no Rio de Janeiro sobre a sua obra, diz que a tendência atual é de uma sociedade em que todos, em algum momento, sofrerão de algum transtorno.

Sua crítica é centrada particularmente no DSM-5 (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais), de 2013, um guia tido como a "bíblia da psiquiatria".

Frances liderou a versão anterior, o DSM-4, cuja diretriz foi tentar conter a inflação de diagnósticos, que já se espalhava na psiquiatria e na medicina em geral.

Folha - " O sr. diz que há uma tendência crescente de medicalização da vida, de excesso de diagnósticos psiquiátricos. Como voltar ao normal?

Allen Frances - Temos de aceitar que nem toda angústia humana é transtorno psiquiátrico e que não há uma pílula para cada problema. Muitas emoções e comportamentos são simplesmente parte da natureza humana.

Por exemplo: as pessoas no Brasil estão enfrentando neste momento muitos desafios na economia, na política, na saúde e nas questões sociais. Isso compreensivelmente causa angústia e ansiedade. Mas as soluções estão em melhores políticas, mais coesão social, menos corrupção e na nossa resiliência natural, não na medicalização desnecessária ou em pílulas mágicas.

Qual é a sua maior preocupação com o DSM-5? Corremos o risco de todos sermos considerados doentes mentais?

O DSM-5 expandiu ainda mais o que já era um sistema de diagnóstico muito vagamente definido. Tristeza normal, como o luto, por exemplo, torna-se transtorno depressivo maior; comer em excesso, torna-se transtorno da compulsão alimentar; ataques de birras de crianças podem se tornar "transtorno do temperamento irregular"; o esquecimento na velhice passa a ser transtorno neurocognitivo leve; e as crianças normais são diagnosticadas com déficit de atenção e hiperatividade.

Qual a influência que as grandes farmacêuticas exercem nessa tendência?

As multinacionais farmacêuticas não têm qualquer influência direta sobre as decisões do DSM, mas aproveitam qualquer oportunidade para criar novas desordens psiquiátricas. Se existir brecha no DSM para alguma coisa ser mal utilizada, isso vai acontecer. Eu acredito, por exemplo, que as farmacêuticas sejam as responsáveis por essas falsas epidemias de TDAH (transtorno do déficit de atenção e hiperatividade) e transtorno bipolar.

Como frear isso?

A indústria do tabaco foi domada quando o ultraje público se tornou mais poderoso do que seus grandes lobbies e patrocínios a políticos. A ganância das farmacêuticas está agora criando o mesmo tipo de indignação.

Essa nossa cultura hedonista, que busca o bem-estar a qualquer preço, também não tem participação nessa tendência?

Os maiores contribuintes para a "cultura da pílula" são as farmacêuticas, que empurram suas drogas, e os médicos descuidados ou com excesso de trabalho. Mas os pacientes também são responsáveis porque esperam uma solução medicamentosa rápida para os problemas da vida, que são complicados. A medicação psiquiátrica é essencial para tratar os verdadeiros problemas psiquiátricos, mas não são eficazes para os problemas cotidianos enfrentados pelas pessoas e pela sociedade. Um diagnóstico psiquiátrico preciso pode melhorar muito a vida de uma pessoa. Mas um impreciso provoca estigma e leva a tratamentos desnecessários.

O sr. diz que as pessoas que têm transtornos psiquiátricos graves estão sendo ignoradas. Como é isso?

Há um paradoxo preocupante. Gastamos muito dinheiro com tratamento para as pessoas normais, os "doentes de preocupação", que vão ser prejudicados por essas drogas, enquanto faltam recursos para quem está de fato doente e desesperado por tratamento. Dois terços dos que têm depressão severa não são tratados, e muitos dos que sofrem de esquizofrenia acabam na prisão ou nas ruas, sem moradia.

Remédios controlados são prescritos por médicos. Então, se há excesso ou má indicação, eles são responsáveis...

Os médicos precisam ser extremamente cautelosos na prescrição de quaisquer opiáceos ou benzodiazepínicos. Ele podem fornecer alívio de curto prazo da dor e da ansiedade, mas com enorme risco de morte e invalidez.

São crescentes os diagnósticos de doença mental em crianças. Elas estão mais perturbadas do que eram antes ou há excesso de diagnóstico?

A natureza humana é constante, os hábitos de diagnóstico é que são muito inconstantes. As crianças são as mais difíceis de diagnosticar porque elas mudam muito de semana para semana e respondem fortemente a circunstâncias externas.

O diagnóstico deve exigir um longo período de observação, muitos informantes, e tentativas de aconselhamento antes de considerar a medicalização.

Folha